De olho na balança!

Tabule

Quem está de dieta não precisa ficar sempre no grelhado com salada, dá para apostar na culinária árabe e diversificar. O cardápio árabe é colorido, tem sabores e texturas variadas e traz benefícios para a saúde. A vantagem dessa cozinha para a dieta são os ingredientes naturais, frescos e variados. Nessa culinária há boas opções de cru, assado ou grelhado.

Quando for ao restaurante árabe prefira o kibe cru ou assado, babaganouche (pasta de berinjela), tabule, abobrinha recheada, charuto de repolho ou folha de uva. Estas escolhas vão garantir uma boa sintonia com a balança. Experimente!

———-

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

Cozinha Libanesa

Culinária Libanesa  Foto Guilherme Picarelli

A cozinha libanesa é bastante diversificada e possui especialidades próprias e adaptadas dos diferentes países ao seu redor. A dominação dos turcos otomanos incluiu nessa culinária pratos como Kebab (chauarma), charutos, abobrinha, berinjela recheada e até os doces folhados. O sabor desta gastronomia conquistou o ocidente.  A base são os cereais, legumes e arroz. Mas o grande sucesso está no tempero que privilegia a cebola, o alho, a salsa, o azeite e o limão, além das ervas e especiarias. A carne bovina é mais usada no Brasil, pois no Líbano a carne de carneiro ou cordeiro tem preferência. A tradição nas refeições libanesas está na variedade de pratos frios e quentes. Entre os pratos mais conhecidos das mesas ocidentais está o tabule, kibe (cru, frito ou assado), homus, babaganuj, coalhada, esfiha, kafta, shawarma, charuto de uva ou repolho. Entre as sobremesas mais populares estão o mahallebi e baklawa (massa folhada) com recheios de castanha, nozes, amêndoas ou pistache.

———-

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)