Reuniões e encontros no café da manhã

Restaurante Abuzuz

Muitas empresas estão optando por reuniões no café da manhã, pois este é um bom momento para uma conversa já que todos estão mais descansados e ainda não absorveram as demandas do dia. Pensando nisso o Restaurante Abuzuz está disponibilizando o seu salão para grupos de até 30 pessoas, de segunda a sábado, das 10h às 12 horas. Assim se você quiser reunir a sua equipe, promover a integração entre os colaboradores e melhorar o relacionamento entre os funcionários essa é uma boa pedida.

Para este evento é servido alimentos típicos da culinária árabe como: pequenas esfihas de  queijo  e zaatar , pão , queijo branco, coalhada seca, homus e babaganuj, ful mudamas (sopa de fava e grão de bico) com Kabis (prato composto por conservas diversas) e ovos com linguiça. Nas bebidas estão inclusos chá, água e suco natural. O doce mais indicado para essa ocasião é o knefe bi jobin (doce de queijo), servido quente, regado com calda ao perfume de água de flor de laranjeira.

Organizamos tudo para a realização do seu evento. Faça sua reserva: (11) 3315-9694

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

 

Anúncios

Para os dias frios!

Feijoada de cordeiro, File à Parmegiana, esondidinho de carne e Mulukhieh

 

O inverno está aí e nos dias em que a temperatura está bem baixa o que mais dá vontade é de comer pratos que nos dê um aconchego, que parecem um carinho. Pensando nisso, o Restaurante Abuzuz tem entre os seus pratos do dia uma opção para aquecer o corpo e alma. Conheça as nossas opções:

Na segunda oferecemos um ensopado de feijão branco com carne bovina, servido com arroz de aletria e verdura do dia. Na terça, tem um fumegante filé à parmegiana, servido com  arroz e fritas para os tradicionais e com legumes para quem está cuidando da boa forma. Na quarta, tem escondidinho, purê de batatas com carne e a feijoada de cordeiro: arroz, feijão preto, carne seca, carne de cordeiro, carré de cordeiro, couve, farofa e linguiça síria.  Na quinta, um prato tradicional da culinária árabe, o Mulukhieh, um ensopado de verdura que acompanha carne, frango, arroz, pão sírio torrado e vinagrete. Na sexta, a pedida é o filé de peixe Abu-zuz, o filé é coberto com tajen ( molho de cebola , tahine e limão) e é assado. Acompanha arroz de aletria e fritas, ou legumes. Sábado, é dia da tradicional feijoada de cordeiro.  O pedido consiste em arroz, feijão preto, carne seca, carne de cordeiro, carré de cordeiro, couve, farofa e linguiça síria.

 

Todo dia tem uma opção para você poder saborear uma refeição que é um carinho.

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

Ceia de natal libanesa

Ceia de natal libanesa

 

No Líbano, apenas os cristãos comemoram a Festa do Natal. A ceia servida na noite do dia 24 de dezembro reúne familiares e amigos. Na mesa pratos do dia a dia ganham ingredientes mais sofisticados. O tradicional kibe é recheado com nozes e snoubar, também conhecido por aqui como pinole. O arroz marroquino é salpicado com pistache, amêndoas e snoubar. É com este arroz que o peru e o carneiro são recheados.  Na mesa potes de frutas secas como nozes, amêndoas, avelãs, uva passa, damascos, tâmaras secas, figos secos, castanhas portuguesas decoram a mesa que também recebe uma grande quantidade de frutas como uvas, pêssegos, ameixas, damascos e figos, que decoram arranjos maravilhosos. Os doces típicos desta noite natalina são o mahmul de tâmara ou de nozes. A massa desse doce é feita com manteiga, semolina, leite e um pouco de açúcar. O recheio de nozes é perfumado com água de flor de laranjeira. Outro doce que frequenta com glamour as mesas mais tradicionais é o buche de Noel, um bolo de chocolate no formato de um tronco coberto com chantilly decorado com bonequinhos de Papai-Noel.  Entre o aperitivo, jantar e sobremesa bom mesmo é estar com a família e os amigos reunidos em um clima de paz e harmonia.

Cada dia um novo sabor

Além do cardápio do restaurante servimos também uma seleção de pratos do dia. Todos os dias o Restaurante Abuzuz oferece um sabor diferente e exclusivo de receitas clássicas da culinária árabe.

Como temos muitos clientes que fazem compras no Brás, pensamos em colocar aqui os nossos pratos do dia, assim quem quiser degustar um prato especial pode programar sua próxima visita ao restaurante.

Kibe na bandeja acompanha coalhada fresca e salada oriental.
Kibe na bandeja acompanha coalhada fresca e salada oriental.

Segunda-feira

Feijão branco – ensopado com carne bovina, servido com arroz de aletria e verdura do dia.

Kibe na bandeja – acompanha coalhada fresca e salada oriental.

Picadinho de alcatra – acompanha arroz branco, feijão carioca, farofa e couve refogada.

Quiabo com carne acompanha arroz de aletria.
Quiabo com carne acompanha arroz de aletria.

Terça-Feira

Arroz marroquino com frango – acompanha coalhada fresca e salada oriental.

Filé a parmegiana – acompanha arroz e fritas ou legumes.

Quiabo com carne – acompanha arroz de aletria.

Fati de cordeiro - arroz, grão de bico, pão sírio torrado, carne de cordeiro, castanha de caju, coalhada fresca e alho.
Fati de cordeiro com arroz, grão de bico, pão sírio torrado, carne de cordeiro, castanha de caju, coalhada fresca e alho.

Quarta-feira

Arroz marroquino com cordeiro – acompanha coalhada fresca.

Fati de cordeiro – arroz, grão de bico, pão sírio torrado, carne de cordeiro, castanha de caju, coalhada fresca e alho.

Fati de frango – arroz, grão de bico, pão sírio torrado, frango,castanha de caju, coalhada fresca e alho.

Feijoada de cordeiro – arroz, feijão preto, carne seca, carne de cordeiro,carré de cordeiro, couve, farofa e linguiça síria.

Uzi de cordeiro – massa folhada recheada com arroz marroquino, carne de cordeiro e castanha de caju. Acompanha coalhada fresca.

Kafta ao forno com batata acompanha arroz de aletria.
Kafta ao forno com batata acompanha arroz de aletria.

Quinta-feira

Fati de frango – arroz, grão de bico, pão sírio torrado, frango,castanha de caju, coalhada fresca e alho.

Kafta ao forno com batata – acompanha arroz de aletria.

Mulukhieh – ensopado de verdura, acompanha carne, frango, arroz, pão sírio torrado e vinagrete.

Filé de peixe ao molho de camarão acompanha arroz branco e fritas ou legumes.
Filé de peixe ao molho de camarão acompanha arroz branco e fritas ou legumes.

Sexta-feira

Filé de pescada branca – frito ou grelhado, acompanha arroz, fritas e molho taratur e tajen.

Filé de peixe Abu-zuz – file coberto com tajen e assado. Acompanha arroz de aletria e fritas ou legumes.

Filé de peixe ao molho de camarão – acompanha arroz branco e fritas ou legumes.

Feijoada de cordeiro, arroz, feijão preto, carne seca, carne de cordeiro, carré de cordeiro, couve, farofa e linguiça síria.
Feijoada de cordeiro, arroz, feijão preto, carne seca, carne de cordeiro, carré de cordeiro, couve, farofa e linguiça síria.

Sábado

Arroz marroquino com cordeiro – acompanha coalhada fresca.

Fati de cordeiro – arroz, grão de bico, pão sírio torrado, carne de cordeiro,castanha de caju, coalhada fresca e alho.

Fati de frango – arroz, grão de bico, pão sírio torrado, frango,castanha de caju, coalhada fresca e alho.

Feijoada de cordeiro – arroz, feijão preto, carne seca, carne de cordeiro,carré de cordeiro, couve, farofa e linguiça síria.

Uzi de cordeiro – massa folhada recheada com arroz marroquino, carne de cordeiro e castanha de caju. Acompanha coalhada fresca.

 

Venha saborear nossas deliciosas receitas no Restaurante Abu-Zuz!

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

Feijoada de cordeiro

Feijoada de cordeiro do Restaurante Abuzuz

A feijoada é um prato brasileiríssimo, porém essa receita no Restaurante Abuzuz tem um toque especial da culinária árabe. As carnes oferecidas são de cordeiro, carne muito popular nos países do oriente médio. A feijoada de cordeiro é servida em um prato com arroz, farofa, couve refogada e carré de cordeiro e linguiça síria, uma das especialidades da casa, e em uma tigela de barro o caldo do feijão borbulhante vem com carne seca bovina e pernil de cordeiro.

Venha experimentar essa receita gourmet do prato mais tradicional do Brasil!

Toda quarta-feira e sábado, dias tradicionais para se saborear essa receita, esta delícia é oferecida no Restaurante Abu-Zuz!

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

 

Texto publicado na Folha de São Paulo no caderno Comida

O FAMINTO

Comida sem frescura

Novas delícias em velhos lugares

ANDRÉ BARCINSKI

Espero que o sanduíche de miolo não fique com ciúme, mas a linguiça síria com ovo virou minha favorita

Descobrir novos restaurantes é um dos grandes prazeres da vida. Nada como achar um lugar novo e inexplorado, daqueles que você conta aos amigos com entusiasmo e vira freguês.

Quase tão bom é descobrir pratos em restaurantes que você já conhece. A reação é sempre a mesma: “Por que nunca pedi isso antes?”.

Experimentei uma dessas descobertas há poucas semanas, quando retornei ao Abu-Zuz (r. Miller, 622, Brás, tel. 11/xx/3315-9694), um de meus restaurantes libaneses prediletos em São Paulo.

Localizado no Brás, o Abu-Zuz só abre para almoço e serve uma iguaria capaz de me fazer correr ao bairro sem me importar com a distância: o sanduíche de miolo. Trata-se de um shawarma de pão sírio com miolo cozido, salsinha, pasta de alho, pepino em conserva e tomate. Custa R$ 12 e vale um almoço.

Para o cliente, o problema de ter uma opção tão tentadora no cardápio, especialmente uma com miolo, item cada vez mais raro na cidade, é que você acaba não testando o

resto dos pratos. Por sorte, o amigo com quem fui ao Abu-Zuz pediu um prato inédito para mim: a linguiça síria com ovo.

Espero que o sanduíche de miolo não fique com ciúme, mas esse prato virou meu favorito. Vem numa travessa estalando, serve duas pessoas e custa R$ 30 (ou R$ 19 a porção individual). Experimente comer os ovos com linguiça em cima de um pão sírio crocante, com azeite. Uma delícia.

Para quem vai ao Abu-Zuz pela primeira vez, sugiro ir aos sábados, quando o movimento é mais tranquilo, e as famílias libanesas matam a saudade da comida da terrinha. Em dias de semana, o local fica lotado de gente comendo quibes e esfihas, sempre ótimos.

No sábado em que fui, um dos donos do Abu-Zuz, o simpático sr. Pierre, conversava com uma família numerosa, que contava com várias gerações de famintos, de crianças a idosos que pareciam ter mais de 90 anos. Um clima muito hospitaleiro e familiar.