O Restaurante Abuzuz faz a festa pra você!

Restaurante Abuzuz

 

Encontros, reuniões e festas com os amigos ficam mais saborosos com o melhor da culinária árabe. O Restaurante Abuzuz aceita encomendas e faz festas personalizadas. Elaboramos o cardápio com o cliente para melhor atender as suas preferencias:  fingerfood , bufê, evento de final de ano, seja árabe ,internacional ou festa de criança.

A equipe Abuzuz faz o seu evento com o maior carinho e cuidado para que cliente e convidados tenham um momento inesquecível. Façam um orçamento conosco antes de tomar uma decisão.

E, para o Natal, preparamos um cardápio especial, aguarde!

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

Anúncios

Curiosidades da culinária libanesa

Kibe cru- Restaurante Abuzuz

 

O Líbano é um país com praias ensolaradas, montanhas cobertas de neve, e uma população hospitaleira que serve uma deliciosa culinária aromática e saudável.

A cozinha do Líbano é uma síntese da dieta mediterrânea, pois tem uma abundância de amidos, frutas, legumes, peixes frescos e frutos do mar; gorduras animais são consumidas com moderação. As aves são utilizadas com mais frequência que a carne vermelha, e quando a carne vermelha é usada, normalmente é o cordeiro. Nas receitas são muito utilizadas grandes quantidades de alho e azeite de oliva – não há uma só refeição no Líbano em que não se utilize um desses dois ingredientes. Na maioria das vezes os alimentos são grelhados, cozidos ou refogados em azeite de oliva; a manteiga é muito usada na culinária libanesa principalmente nos doces, que dá mais leveza e crocância. Os legumes são muitas vezes consumidos crus ou em conserva, ou cozidos. A culinária do Líbano utiliza muitas ervas, especiarias e o frescor dos ingredientes; a variedade de pratos e combinações são quase ilimitadas.

O prato nacional do Líbano é o kibe, antigamente, e em algumas aldeias ainda hoje a carne era amassada e batida num pilão com especiarias.  Mari Ambar Moujaes, proprietária do Restaurante Abuzuz, lembra que sua mãe sempre contou o quanto era árduo para as mulheres ter que fazer isso. O kibe pode ser preparado cru, assado ou frito. O kibe assado e o frito, no Líbano, são frequentemente degustados com um refrescante molho de iogurte.

Com a recente divulgação sobre os benefícios de saúde da cozinha mediterrânea, muitos brasileiros estão descobrindo e adotando a autêntica culinária libanesa.

Venha experimentar alguns desses sabores no Restaurante Abu-Zuz. Temos o rodízio que é uma forma de saborear um pouco de cada um desses sabores.  Estamos esperando por você!

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

Que venha o verão!

Combinado de kibe assado, salada oriental e charuto de folha de uva do Restaurante Abuzuz

 

A primavera e o verão estão chegando e quem abusou dos alimentos mais calóricos no inverno agora está querendo recuperar a boa forma. A culinária árabe tem sabores e texturas exóticas, além de várias opções deliciosas, leves e saudáveis.  Os nutrientes dos alimentos usados nessa cozinha garantem o bom funcionamento do organismo e é uma grande aliada para obter um emagrecimento saudável.

A culinária árabe usa ingredientes naturais, frescos e variados. Muitos dos pratos são assados, grelhados e crus.  A preparação dos pratos usa diversas especiarias e ervas aromáticas que dão mais sabor e perfume as receitas.

As carnes de gado, frango e cordeiro são as mais utilizadas nas receitas. Prefira as receitas com carnes cruas, assadas ou grelhadas. O kibe pode ser cru ou assado, o kafta pode ser grelhado ou assado no forno. Os espetos de carne e frango são grelhados. São várias opções para você montar um cardápio bem diversificado.

As saladas desta cozinha são coloridas, nutritivas e de baixas calorias como o Fatuche (alface, tomate, pepino, cebola, pão sírio torrado e o tempero sumac); Oriental (alface, pepino, tomate e cebola) e o Tabule (salsinha,trigo, tomate e cebola).

Os charutos de folhas de uva ou repolho são ricos em fibras e com baixo teor de gordura. O babaganuche, pasta preparada com berinjela, é rica em fibras, sais minerais e vitaminas A, B1, B2 e C.

No Restaurante Abu-Zuz você tem a opção do prato combinado que permite montar o prato com ingredientes da sua escolha. Essa é uma boa opção para cuidar da saúde e da boa forma.

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

O verão pede refeições leves e nutritivas!

Restaurante Abuzuz

  O verão, uma das estações mais aguardada do ano, chegou registrando as mais altas temperaturas dos últimos 10 anos. Nesse calor escaldante o ideal é fazer refeições mais leves, saudáveis, ricas em nutrientes e de fácil digestão, por isso nessa época do ano evite alimentos gordurosos e frituras. Com o calor há uma diminuição da taxa metabólica basal, ou seja, o corpo gasta menos caloria e energia em relação às necessidades do inverno. Por isso devemos reduzir a quantidade calórica ingerida.  O cardápio da culinária árabe é perfeito para essa estação além de colorido é saudável e nutritivo.

O trio de pastas, homus, coalhada e babaganush, um clássico da culinária do oriente, além de delicioso é muito nutritivo.  O homus preparado com o grão de bico rico em proteínas e fibras tem ainda ferro, cálcio, potássio e vitaminas do complexo B. Já o valor nutritivo da coalhada proporciona o aumento da absorção de vitaminas do complexo B e cálcio pelo organismo. O babaganush que é preparado basicamente com berinjela é rico em fibras, sais minerais e vitaminas A, B1, B2 e C e tem ainda magnésio, zinco, potássio, cálcio, ferro e fósforo. O tahine, usado na receita do babaganush e do homus, é uma pasta feita de sementes de gergelim, que é rico em cálcio e ômega 3.

As carnes dessa culinária em geral são grelhadas ou assadas como o kafta e o kibe que pode ser consumido assado ou cru. Para acompanhar saladas como tabule ou fatuche que combinam muito bem com Kafta. Tem também a coalhada fresca com pepino , uma pontinha de alho triturado com sal e hortelã seco. Esse é um prato muito refrescante.  O kibe, além de ser uma fonte de proteína, tem também como ingrediente em seu preparo o trigo que é rico em fibras, magnésio, manganês e triptofanos. O kibe e a salada de tabule que possuem em seu preparo o trigo são boas fontes de carboidratos, proteínas, vitamina do complexo B, ferro, zinco.

Os sanduíches, como o shawarma, tem valores nutricionais importantes, pois são ricos em fibras e vitaminas. As esfihas, um item básico da culinária árabe, são assadas e tem fontes de carboidratos e proteínas.

Venha saborear as delícias dessa culinária que traz tantos benefícios para a saúde do seu corpo no Restaurante Abu-Zuz!

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no

Instagram (@restauranteabuzuz)

Ceia de natal libanesa

Ceia de natal libanesa

 

No Líbano, apenas os cristãos comemoram a Festa do Natal. A ceia servida na noite do dia 24 de dezembro reúne familiares e amigos. Na mesa pratos do dia a dia ganham ingredientes mais sofisticados. O tradicional kibe é recheado com nozes e snoubar, também conhecido por aqui como pinole. O arroz marroquino é salpicado com pistache, amêndoas e snoubar. É com este arroz que o peru e o carneiro são recheados.  Na mesa potes de frutas secas como nozes, amêndoas, avelãs, uva passa, damascos, tâmaras secas, figos secos, castanhas portuguesas decoram a mesa que também recebe uma grande quantidade de frutas como uvas, pêssegos, ameixas, damascos e figos, que decoram arranjos maravilhosos. Os doces típicos desta noite natalina são o mahmul de tâmara ou de nozes. A massa desse doce é feita com manteiga, semolina, leite e um pouco de açúcar. O recheio de nozes é perfumado com água de flor de laranjeira. Outro doce que frequenta com glamour as mesas mais tradicionais é o buche de Noel, um bolo de chocolate no formato de um tronco coberto com chantilly decorado com bonequinhos de Papai-Noel.  Entre o aperitivo, jantar e sobremesa bom mesmo é estar com a família e os amigos reunidos em um clima de paz e harmonia.

Quibe cru: o famoso “bolinho” de carne moída

Quibe Cru

Apresentamos uma das mais tradicionais delícias do Oriente: o quibe cru!

O bolinho de carne moída, que a maioria conhece frito, tem sua origem na Síria e no Líbano, onde é chamado de “kibbe nayye.

Feito basicamente com carne crua moída (muito limpa e fresquinha) e um pouco de trigo, é temperado com sal e hortelã ou manjericão (dependendo da região).

A forma tradicional de se comer o delicioso quibe cru é com cebola crua, hortelã e azeite, ah, e claro, com pão sírio. Mas nada impede de se acrescentar uma bela pimenta síria e, por que não, limão.

Quer experimentar um tradicional quibe cru libanês? Passe no Restaurante Abu-Zuz e bom apetite!

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

 

Cozinha Libanesa

Culinária Libanesa  Foto Guilherme Picarelli

A cozinha libanesa é bastante diversificada e possui especialidades próprias e adaptadas dos diferentes países ao seu redor. A dominação dos turcos otomanos incluiu nessa culinária pratos como Kebab (chauarma), charutos, abobrinha, berinjela recheada e até os doces folhados. O sabor desta gastronomia conquistou o ocidente.  A base são os cereais, legumes e arroz. Mas o grande sucesso está no tempero que privilegia a cebola, o alho, a salsa, o azeite e o limão, além das ervas e especiarias. A carne bovina é mais usada no Brasil, pois no Líbano a carne de carneiro ou cordeiro tem preferência. A tradição nas refeições libanesas está na variedade de pratos frios e quentes. Entre os pratos mais conhecidos das mesas ocidentais está o tabule, kibe (cru, frito ou assado), homus, babaganuj, coalhada, esfiha, kafta, shawarma, charuto de uva ou repolho. Entre as sobremesas mais populares estão o mahallebi e baklawa (massa folhada) com recheios de castanha, nozes, amêndoas ou pistache.

———-

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)