Culinária árabe também é cultura!

salamaleque valeria arbex foto: divulgação

 

Se você é descendente de sírios, libaneses, palestinos ou tem interesse pela cultura árabe você vai se emocionar com a peça teatral “Salamaleque” .  Na verdade, o que acontece na sala teatral é um encontro com a atriz Valéria Arbex que compartilha com seus convidados histórias, costumes, lembranças …enquanto prepara um banquete árabe. No final do espetáculo, o público é convidado a degustar os sabores da culinária árabe. Assistir a este monólogo, que nasceu das 68 cartas trocadas entre seus avós Nadine e Nicolau,  é como se você estivesse na cozinha da casa da avó.

Entre as delícias que podem ser provadas estão o pão sírio com zaatar (condimento típico do oriente), babaganuche (pasta de berinjela), homus (pasta de grão de bico), coalhada seca, goma árabe com amêndoas (doce gelatinoso) e água aromatizada com romã, miski e hortelã.

Serviço
O quê: Salamaleque (60 min)

Quando: até o dia 26 de abril, sábados e domingo, às 16h

Onde: Instituto Cultural Capobianco

Endereço: Rua Alvaro de Carvalho, 97, Centro

Telefone: 11 97499.4243

Ingresso: gratuito (melhor retirar 1h antes)

 

Se você não conseguiu participar deste encontro venha matar a vontade dessas delícias no Restaurante Abu-Zuz.

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

Anúncios

Curiosidades da culinária libanesa

Kibe cru- Restaurante Abuzuz

 

O Líbano é um país com praias ensolaradas, montanhas cobertas de neve, e uma população hospitaleira que serve uma deliciosa culinária aromática e saudável.

A cozinha do Líbano é uma síntese da dieta mediterrânea, pois tem uma abundância de amidos, frutas, legumes, peixes frescos e frutos do mar; gorduras animais são consumidas com moderação. As aves são utilizadas com mais frequência que a carne vermelha, e quando a carne vermelha é usada, normalmente é o cordeiro. Nas receitas são muito utilizadas grandes quantidades de alho e azeite de oliva – não há uma só refeição no Líbano em que não se utilize um desses dois ingredientes. Na maioria das vezes os alimentos são grelhados, cozidos ou refogados em azeite de oliva; a manteiga é muito usada na culinária libanesa principalmente nos doces, que dá mais leveza e crocância. Os legumes são muitas vezes consumidos crus ou em conserva, ou cozidos. A culinária do Líbano utiliza muitas ervas, especiarias e o frescor dos ingredientes; a variedade de pratos e combinações são quase ilimitadas.

O prato nacional do Líbano é o kibe, antigamente, e em algumas aldeias ainda hoje a carne era amassada e batida num pilão com especiarias.  Mari Ambar Moujaes, proprietária do Restaurante Abuzuz, lembra que sua mãe sempre contou o quanto era árduo para as mulheres ter que fazer isso. O kibe pode ser preparado cru, assado ou frito. O kibe assado e o frito, no Líbano, são frequentemente degustados com um refrescante molho de iogurte.

Com a recente divulgação sobre os benefícios de saúde da cozinha mediterrânea, muitos brasileiros estão descobrindo e adotando a autêntica culinária libanesa.

Venha experimentar alguns desses sabores no Restaurante Abu-Zuz. Temos o rodízio que é uma forma de saborear um pouco de cada um desses sabores.  Estamos esperando por você!

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

Reuniões e encontros no café da manhã

Restaurante Abuzuz

Muitas empresas estão optando por reuniões no café da manhã, pois este é um bom momento para uma conversa já que todos estão mais descansados e ainda não absorveram as demandas do dia. Pensando nisso o Restaurante Abuzuz está disponibilizando o seu salão para grupos de até 30 pessoas, de segunda a sábado, das 10h às 12 horas. Assim se você quiser reunir a sua equipe, promover a integração entre os colaboradores e melhorar o relacionamento entre os funcionários essa é uma boa pedida.

Para este evento é servido alimentos típicos da culinária árabe como: pequenas esfihas de  queijo  e zaatar , pão , queijo branco, coalhada seca, homus e babaganuj, ful mudamas (sopa de fava e grão de bico) com Kabis (prato composto por conservas diversas) e ovos com linguiça. Nas bebidas estão inclusos chá, água e suco natural. O doce mais indicado para essa ocasião é o knefe bi jobin (doce de queijo), servido quente, regado com calda ao perfume de água de flor de laranjeira.

Organizamos tudo para a realização do seu evento. Faça sua reserva: (11) 3315-9694

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

 

Que venha o verão!

Combinado de kibe assado, salada oriental e charuto de folha de uva do Restaurante Abuzuz

 

A primavera e o verão estão chegando e quem abusou dos alimentos mais calóricos no inverno agora está querendo recuperar a boa forma. A culinária árabe tem sabores e texturas exóticas, além de várias opções deliciosas, leves e saudáveis.  Os nutrientes dos alimentos usados nessa cozinha garantem o bom funcionamento do organismo e é uma grande aliada para obter um emagrecimento saudável.

A culinária árabe usa ingredientes naturais, frescos e variados. Muitos dos pratos são assados, grelhados e crus.  A preparação dos pratos usa diversas especiarias e ervas aromáticas que dão mais sabor e perfume as receitas.

As carnes de gado, frango e cordeiro são as mais utilizadas nas receitas. Prefira as receitas com carnes cruas, assadas ou grelhadas. O kibe pode ser cru ou assado, o kafta pode ser grelhado ou assado no forno. Os espetos de carne e frango são grelhados. São várias opções para você montar um cardápio bem diversificado.

As saladas desta cozinha são coloridas, nutritivas e de baixas calorias como o Fatuche (alface, tomate, pepino, cebola, pão sírio torrado e o tempero sumac); Oriental (alface, pepino, tomate e cebola) e o Tabule (salsinha,trigo, tomate e cebola).

Os charutos de folhas de uva ou repolho são ricos em fibras e com baixo teor de gordura. O babaganuche, pasta preparada com berinjela, é rica em fibras, sais minerais e vitaminas A, B1, B2 e C.

No Restaurante Abu-Zuz você tem a opção do prato combinado que permite montar o prato com ingredientes da sua escolha. Essa é uma boa opção para cuidar da saúde e da boa forma.

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

A Lenda do Café

Reprodução - Restaurante Abuzuz

 

Corre uma lenda sobre as origens do café contando que, num dado momento do século II, na cidade de Kaffa, região da atual Etiópia, perturbado com o sumiço de algumas de suas cabras, Kaldi, um responsável pastor, resolve sair à procura do restante de seu rebanho. Qual não foi sua surpresa quando encontrou seus animais tomados por uma grande agitação. Conta-se que ele ficou intrigado com a vitalidade das cabras, que comiam folhas e frutos de um arbusto comum nas montanhas abissínias. Elas estavam saltitantes e conseguiam percorrer longas distâncias sem demonstrar sinais de cansaço ou qualquer outra reação.

Kaldi deduziu, então, que o que dera a grande energia a suas cabras fora aquela estranha e nova planta repleta de pequenos frutos vermelhos. Ele havia descoberto o valor estimulante do café. Para observar melhor, kaldi passou a alimentar o rebanho com os tais frutos vermelhos e, ao final de alguns dias, também quis experimentá-los.

O pastor gostou do efeito estimulante que os frutos proporcionaram. Sentiu-se alegre, bem disposto, e passou a mascar café todos os dias, principalmente para resistir ao sono das noites de oração. Ele contou sua descoberta para alguns monges do monastério local. Mas, como as reações não foram favoráveis, ele resolveu atear fogo aos frutos, convencido de que seus efeitos eram “obras do demônio”. O aroma exalado pelos frutos torrados nas chamas atraiu muitos curiosos, que estavam interessados em descobrir o que estava provocando aquele maravilhoso aroma no ar. Os monges, então, resolveram recolher os grãos de café das cinzas. Esmagaram tais grãos e realizaram sua imersão em água quente, para ver que tipo de bebida obteriam. Os monges logo descobriram que o preparado os mantinha acordados durante as rezas e períodos de meditação. Notícias dos maravilhosos poderes da bebida espalharam-se de mosteiro em mosteiro, e assim, aos poucos se espalharam por todo o mundo.

 

Venha saborear um delicioso café puro, com doces ou salgados no Restaurante Abu-Zuz!

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

Jogos da Copa com mais sabor!

Restaurante Abuzuz

Nos jogos da copa o lance, o drible e os gols ficam ainda mais animados quando reunimos a família e os amigos para juntos torcer, gritar, sofrer e comentar os melhores lances do jogo. Para acompanhar e celebrar esse encontro nada como saborear os deliciosos quitutes da culinária árabe. Entre as nossas sugestões estão as esfihas de carne, queijo, escarola, coalhada; kibes fritos; kibe assado; coxinhas; pão sírio com homus, babaganuj e coalhada seca. Para adoçar esse momento temos os doces árabes como folhados e ninhos pequenos de pistache, nozes e damascos. Faça seu pedido e deixe esse encontro ainda mais inesquecível. Para consultas e pedidos ligue 3315-9694.

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

 

Shawarma de carne ou frango?

Shawarma de carne e frango: porção e lanche no pão sírio

 

Pioneiro no restaurante Abuzuz e em São Paulo, o shawarma pode ser servido no prato, como aperitivo para acompanhar o Arak, tradicional bebida do Líbano com sabor de anis, (ou qualquer outra bebida alcoólica), ou em forma de lanche, no pão sírio. O shawarma é um lanche montado com lascas de frango ou carne bovina, assados em um espeto vertical e servido no pão sírio.

O segredo do shawarma está na marinada e no cozimento da carne que é colocada crua em um espeto vertical rotativo onde fica por várias horas para assar. Como ele gira, a carne é cozida por uma fonte de calor que está localizada atrás do espeto. Com uma faca grande e afiada a carne é cortada em lascas para montar o shawarma.

No shawarma de carne, adiciona-se molho de tahine (pasta feita de sementes de gergelim), conserva de pepino, tomate e salsinha picada com cebola e sumak (especiaria bastante utilizada na culinária do Oriente Médio).  Já o shawarma de frango é servido com pasta de alho e batata frita além do tomate, alface e conserva de pepino.

Venha experimentar essa delícia no Restaurante Abu-Zuz!

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no

Instagram (@restauranteabuzuz)