Culinária árabe também é cultura!

salamaleque valeria arbex foto: divulgação

 

Se você é descendente de sírios, libaneses, palestinos ou tem interesse pela cultura árabe você vai se emocionar com a peça teatral “Salamaleque” .  Na verdade, o que acontece na sala teatral é um encontro com a atriz Valéria Arbex que compartilha com seus convidados histórias, costumes, lembranças …enquanto prepara um banquete árabe. No final do espetáculo, o público é convidado a degustar os sabores da culinária árabe. Assistir a este monólogo, que nasceu das 68 cartas trocadas entre seus avós Nadine e Nicolau,  é como se você estivesse na cozinha da casa da avó.

Entre as delícias que podem ser provadas estão o pão sírio com zaatar (condimento típico do oriente), babaganuche (pasta de berinjela), homus (pasta de grão de bico), coalhada seca, goma árabe com amêndoas (doce gelatinoso) e água aromatizada com romã, miski e hortelã.

Serviço
O quê: Salamaleque (60 min)

Quando: até o dia 26 de abril, sábados e domingo, às 16h

Onde: Instituto Cultural Capobianco

Endereço: Rua Alvaro de Carvalho, 97, Centro

Telefone: 11 97499.4243

Ingresso: gratuito (melhor retirar 1h antes)

 

Se você não conseguiu participar deste encontro venha matar a vontade dessas delícias no Restaurante Abu-Zuz.

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

Anúncios

Ceia de natal libanesa

Ceia de natal libanesa

 

No Líbano, apenas os cristãos comemoram a Festa do Natal. A ceia servida na noite do dia 24 de dezembro reúne familiares e amigos. Na mesa pratos do dia a dia ganham ingredientes mais sofisticados. O tradicional kibe é recheado com nozes e snoubar, também conhecido por aqui como pinole. O arroz marroquino é salpicado com pistache, amêndoas e snoubar. É com este arroz que o peru e o carneiro são recheados.  Na mesa potes de frutas secas como nozes, amêndoas, avelãs, uva passa, damascos, tâmaras secas, figos secos, castanhas portuguesas decoram a mesa que também recebe uma grande quantidade de frutas como uvas, pêssegos, ameixas, damascos e figos, que decoram arranjos maravilhosos. Os doces típicos desta noite natalina são o mahmul de tâmara ou de nozes. A massa desse doce é feita com manteiga, semolina, leite e um pouco de açúcar. O recheio de nozes é perfumado com água de flor de laranjeira. Outro doce que frequenta com glamour as mesas mais tradicionais é o buche de Noel, um bolo de chocolate no formato de um tronco coberto com chantilly decorado com bonequinhos de Papai-Noel.  Entre o aperitivo, jantar e sobremesa bom mesmo é estar com a família e os amigos reunidos em um clima de paz e harmonia.

Você conhece o Fatti de Cordeiro?

 

 Fatti de cordeiro do Restaurante Abuzuz

A carne de cordeiro é bastante tradicional e está presente em diversas receitas da culinária árabe e libanesa. Quem aprecia essa carne levemente macia e pouco gordurosa deve experimentar o Fatti de Cordeiro.

O preparo deste prato começa com o pernil de cordeiro mergulhado na marinada. A carne passa algumas horas mergulhada nos temperos para enriquecê-la com os sabores.

O prato é montado com arroz marroquino, pão sírio torrado, grão de bico, cordeiro cozido, coalhada fresca, alho frito na manteiga e amêndoas laminadas torradas. O prato é leve e muito saboroso.

Guarde essa dica para experimentar na sua próxima visita ao Restaurante Abu-Zuz

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

 

Uzi, um prato exótico

Uzi do Restaurante Abuzuz

O Uzi é surpreendente. Quem vê o Uzi não imagina que dentro há uma refeição completa. Por fora uma massa folhada fininha e crocante, por dentro, um recheio saboroso de arroz com cordeiro e amêndoas.

Para degustar esse prato não pode ter pressa, pois ele é montado e assado na hora em que é feito o pedido. No forno, é assado por 20 minutos. Essa delícia é servida com coalhada fresca.

Uma pimenta também pode ser um ótimo acompanhamento para degustar esse prato típico das montanhas do Líbano.

Peça seu Uzi no Restaurante Abu-Zuz!

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

Damasco, um petisco delicioso e nutritivo

Imagem

Quem não gosta de ficar petiscando frutas secas no trabalho, assistindo a um filme ou numa reunião com amigos? A uva-passa, a tâmara, a ameixa e até as castanhas, como nozes, amêndoas, pistaches etc. fazem parte de um cardápio requintado. E o mesmo podemos dizer sobre o damasco.

Muito utilizado pelos sírios e libaneses, principalmente nos doces, o damasco é rico em nutrientes, prevenindo até doenças do coração, é excelente para a pele, dá ânimo para o dia a dia e para atividades físicas, combate a anemia, intestino preso e melhora a circulação sanguínea.

Quer mais? O damasco é uma delícia! Então, o que está esperando? Passe hoje mesmo no Restaurante Abu-Zuz e experimente o Ninho de damasco ou o Mohalabieh com calda de damasco acompanhado de um cafezinho expresso!

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

Gostou? Peça mais!

Rodízio

Imagine almoçar uma deliciosa comida árabe e ainda poder repetir o que mais gostou!

Isso mesmo! O Restaurante Abu-Zuz oferece o Rodízio que foi criado especialmente para aqueles que não conhecem muito bem a cozinha árabe e querem  se familiarizar com os pratos mais conhecidos, mas claro, todos podem experimentar e repetir!

O Rodízio é composto por deliciosas mini-esfihas de carne e verdura, quibinhos, três pastas: homos, babaganuj e coalhada seca, tabule, quibe cru, charuto de uva e de repolho, arroz com lentilha, arroz marroquino com frango e amêndoas laminadas e michui de kafta.

E ainda tem a sobremesa: mohalabieh com geleia de damasco ou calda de ameixas pretas.

Venha conhecer um pouco mais sobre a cozinha árabe!

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)

 

Doces Folheados

IMG_8384 IMG_8510

Impossível resistir a uma vitrine repleta de doces árabes, bem recheados e cobertos com uma espessa camada de mel.

Hoje, vamos falar dos deliciosos folheados, um mais gostoso que o outro… Feitos com farinha de trigo, água, açúcar e margarina, os doces folheados podem ser recheados com nozes ou castanha de caju. Os formatos também variam: o Balewa é quadrado, o Folheado Aberto e o Travesseiro são retangulares. Tem ainda o Triângulo e a Flor, este último o recheio pode ser de pistache.

Imagine com um cafezinho sírio! Experimente!

———-

Visite nosso site.

Curta nossa fan Page.

Siga-nos no Twitter e no Instagram (@restauranteabuzuz)